Galeria

Remédios para dormir podem aumentar em 5 vezes o risco de morte precoce

Tomar remédio para dormir pode aumentar em cinco vezes o risco de morte precoce e em 35% o risco de desenvolver algum tipo de câncer. O alerta é de pesquisadores do Centro de Medicina Preventiva da Califórnia e foi baseado em longas pesquisas com voluntários.

O estudo mostrou que pacientes que tomavam remédios constantemente para dormir tinham 4,6 mais probabilidades de morrer durante um período de dois anos e meio, em relação àqueles que não usavam os medicamentos. Embora os motivos ainda não estejam claros, médicos asseguraram que até mesmo pacientes que tomam até 18 pílulas no ano, que é considerado uma quantidade baixa, tem o risco aumentado.

Os efeitos negativos são mais prováveis entre pessoas de 18 a 55 anos de idade e não param por aí. De acordo com a pesquisa, além de morte precoce, o usuário frequente de remédio tem 35% a mais de chances de desenvolver câncer ao longo da vida.

O Instituto Brasileiro do Sono registra que mais de 51 milhões de brasileiros acima dos 18 têm dificuldades para dormir e, pelo menos, 1,5 milhão só dorme com auxílio de medicação. Se você está entre eles, especialistas avisaram que não são todos os remédios receitados para dormir que causam risco de morte. Vai depender da composição, por isso, a melhor medida é que o paciente converse com seu médico.

Fonte: Revista Galileu

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s